Variações em torno das pesquisas em educação e arte com imagens

Cristian Poletti Mossi, Marilda Oliveira de Oliveira

Resumo


O artigo trata da produção de pesquisas, sobretudo em educação, que, ao buscar outros parâmetros de produção/validação, se envolvem em alguma medida com arte. Entendendo que as facetas da produção artística são inúmeras e não necessariamente visuais, o recorte mais preciso que foi escolhido para se debruçar é o do uso de materiais visuais em geral nessas investigações. Nesse sentido, após transitar por algumas concepções de arte com as quais os autores têm trabalhado e de discutir sob o ponto de vista teórico a gênese de metodologias artísticas no campo das investigações em educação, uma cena será, ao final do texto, mais especificamente tratada: a da utilização que o autor fez em sua tese de doutorado (orientada pela coautora deste artigo), das imagens de algumas obras da artista visual Shannon Rankin, como disparador visual para constituir o que na pesquisa foi nomeado de ‘sobrejustaposições’ enquanto estratégia metodológica.


Palavras-chave


Arte; imagem; pesquisa em educação

Texto completo:

PDF

Referências


ARTAUD, Antonin. Para acabar com o julgamento de Deus (1947). In: WILLER, Claudio (Tradução, seleção e notas). Escritos de Antonin Artaud. Porto Alegre: L&PM, 1983.

CALLAI, Cristiana; RIBETTO, Anelice (Org.). Uma escrita acadêmica outra: ensaios, experiências e invenções. Rio de Janeiro: Lamparina, 2016.

CUNHA, Susana Rangel Vieira da. Materiais visuais na pesquisa em educação. In: MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene (Org.). Educação da cultura visual: aprender... pesquisar... ensinar... Santa Maria: Ed. da UFSM, 2015. p. 167-190.

DELEUZE, Gilles. Diferença e repetição. Tradução de Luiz Orlandi e Roberto Machado. 2. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2006.

______. Francis Bacon: logique de la sensation. Paris: Aux Éditions de la Différence, 1981. Tradução de Silvio Ferraz e Annita Costa Malufe, sem revisão. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol. 1. 2. ed. Tradução de Ana Lúcia de Oliveira Aurélio Guerra e Célia Pinto Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 2011.

______. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol. 2. 2. ed. Tradução de Aurélio Guerra Neto, Ana Lúcia de Oliveira, Lúcia Cláudia Leão e Suely Rolnik. São Paulo: Ed. 34, 2012a.

______. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol. 4. 2. ed. Tradução de Suely Rolnik. São Paulo: Ed. 34, 2012b.

______. O que é a filosofia? Tradução de Bento Jr. e Alberto Alonso Muñoz. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.

HERNÁNDEZ, Fernando. Pesquisar com imagens, pesquisa sobre imagens: revelar aquilo que permanece invisível nas pedagogias da cultura visual. In: MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene (Org.). Processos e práticas de pesquisa em cultura visual e educação. Santa Maria: Editora da UFSM, 2013. p. 77-95.

KASTRUP, Virgínia. Educação e invenção em tempos de incerteza. In: VOLZ, Jochen; PRATES, Valquiria (Org.). Incerteza viva: processos artísticos e pedagógicos – 32ª Bienal de São Paulo. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 2016. p. 1-5.

______. A aprendizagem inventiva – entrevista, 2009. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017

LARROSA, Jorge. O ensaio e a escrita acadêmica. In: CALLAI, Cristiana; RIBETTO, Anelice (Org.). Uma escrita acadêmica outra: ensaios, experiências e invenções. Rio de Janeiro: Lamparina, 2016. p. 17-30.

LINHARES, Célia. Escrever e viver: estranhamentos e entranhamentos recíprocos. In: CALLAI, Cristiana; RIBETTO, Anelice (Org.). Uma escrita acadêmica outra: ensaios, experiências e invenções. Rio de Janeiro: Lamparina, 2016. p. 7-11.

MOSÉ, Viviane. Receita para lavar palavra suja. In: ______. Receita para lavar palavra suja. Rio de Janeiro: Arteclara, 2004. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2017

MOSSI, Cristian Poletti. .um corpo-sem-órgãos, sobrejustaposições. Quem a pesquisa [em educação] pensa que é?. 2014. 124 f. Tese (Doutorado em Educação)- Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2014.

______. Um Corpo-sem-Órgãos, Sobrejustaposições - Quem a pesquisa [em educação] pensa que é? Santa Maria/RS: Editora da UFSM, 2017.

______. Uma pesquisa-sem-órgãos: imagens, escritas, sobrejustaposições... In: Anais do 24º Encontro Nacional da Associação de Pesquisadores em ArtesPlásticas (ANPAP): Compartilhamentos na arte: redes e conexões, Santa Maria/RS, p.3353-3367, 2015. Disponível em: . Acesso em: 21 ago. 2017.

______. Possíveis territorialidades e a produção crítica da arte suturas e sobrejustaposições entre vestes sem corpos e corpos sem vestes. 2010. 80 f. Dissertação (Mestrado em Artes)- Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2010.

OLIVEIRA, Marilda Oliveira de; CHARREU, Leonardo Augusto. Contribuições da perspectiva metodológica “Investigação baseada nas artes” e da a/r/tografia para as pesquisas em educação. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 32, n. 1, p. 365-382, Mar. 2016 . Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698140547.

RAMON, Marcos. Ficções #23 – A arte e a obra de arte. Disponível em Acesso em: 25 ago. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34112/2317-0972a2018v36n72p115-131

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X
DOI: https://doi.org/10.34112/2317-0972

Licença Creative Commons