Convite à criação: deslocamentos da palavra na escola

Raquel Leão Luz, Rosa Maria Bueno Fischer

Resumo


Neste artigo, discutimos o tema do convite à criação na escola, especialmente em relação à leitura e à escrita, a fim de pensá-lo como invenção de outros modos de experienciar as palavras em uma narrativa literária. Pensamos o tema do convite a partir das noções de sensibilidade, limite e comoção, junto a autores como Michel Foucault, Anton Tchékhov, Agnès Varda e Wim Wenders. Guardadas as distâncias, as autorias e as condições de produção, os materiais artísticos e filosóficos produzidos por esses autores são mobilizados, lado a lado, na discussão de dois contos produzidos por estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental. No enlace entre filosofia, arte e escrita literária, problematizamos a leitura e a escrita na escola, como convite ao deslocamento.

Palavras-chave


convite; escrita literária; escola

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. P. de. O conceito foucaultiano de literatura. Filosofia Unisinos, v. 9, n. 3, set. dez. 2008, p. 269-280, ISSN 1984-8234. Disponível em < http://revistas.unisinos.br/index.php/filosofia/article/view/5364>. Acesso em: 15 jan. 2018.

BADIOU, A. A dança como metáfora do pensamento. In: Pequeno manual de inestética. Tradução de Marina Appenzeller. São Paulo: Estação e liberdade, 2002. p. 79-96.

BARTHES, R. Aula: aula inaugural da cadeira de semiologia literária do Collège de France, pronunciada dia 7 de janeiro de 1977. Tradução e Posfácio de Leila Perrone-Moisés. São Paulo: Cultrix, 2013.

DELEUZE, G.; PARNET, C. L’Abécédaire de Gilles Deleuze, entrevista feita por Claire Claire Parnet, filmada e dirigida por Pierre-André Boutang. Transcrição sintetizada, em inglês, por Charles J. Stivale. Tradução de Tomaz Tadeu. Paris: Vidéo 202, Éditions Montparnasse, 1996.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Do caos ao cérebro. In: ______. O que é a filosofia? Tradução de Bento Prado Junior; Alberto Alonso Munoz. São Paulo: Editora 34, 2010.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013a.

FOUCAULT, M. A linguagem ao infinito. In: ______. Ditos e Escritos III. Literatura e Pintura, Música e Cinema. Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013b. p. 48-75.

FOUCAULT, M. O belo perigo. Tradução de Fernando Scheibel. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.

LEVY, T. A experiência do fora. Blanchot, Foucault e Deleuze. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

LUZ, R. L. Labirintos da escrita, experiência da linguagem: um convite à criação literária. 2018. Tese (Educação). Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2018.

MAILLARD, C. En un principio era el hambre. Antología poética 1990-2015. Madrid: FCE, 2015.

OS CATADORES E EU. Direção e roteiro: Agnès Varda. Produção: Ciné-Tamaris. França: Ciné Tamaris, 2000. 1 DVD (82 min), color. Título original: Les glaneurs et la glaneuse.

PEREIRA, M. Contribuições para entender a Experiência Estética. Revista Lusófona de Educação, [S.l.], v. 18, n. 18, dec. 2011. ISSN 1646-401X. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2018.

PINA. Direção e roteiro: Wim Wenders. Produtor: Gian-Piero Ringel. Alemanha-França-Reino Unido: Imovision, 2011. 1 DVD (106 min), color. Produzido por Neue Road Movies.

SILVA, T.; FISCHER, R. Literatura e formação – redescobrir o prazer do texto entre-as-margens do sistema escolar. 38ª Reunião Nacional da Associação Nacional de Pesquisa em Educação (ANPEd) no GT Alfabetização, Leitura e Escrita, São Luís, 2017. In: Anais 38a Reunião Anual ANPED. São Luís, 2017. Disponível em: https://goo.gl/W1n7ec, 17 p. Acesso em: 16 jan. 2018.

SKLIAR, C. Desobedecer a Linguagem: Educar. Tradução de Giane Lessa. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

TCHÉKHOV, A. Um bom par de sapatos e um caderno de anotações: como fazer uma reportagem. Tradução de Homero Freitas de Andrade. Seleção e Prefácio Piero Brunello. São Paulo: Martins, 2007.

WENDERS, W. Dos discursos para Pina. In: ______. Los pixels de Cézanne y otras impressiones sobre mis afinidades artísticas. Buenos Aires: Caja Negra, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X