(Multi)letramento em um colégio público no Paraná: compreensão responsiva em atividades de leitura sobre postagens do Facebook

Bruno Ciavolella, Neiva Maria Jung

Resumo


Este artigo discute resultados de uma pesquisa-ação realizada com alunos do oitavo ano de um colégio público da região Noroeste do Paraná, a partir de uma prática pedagógica de multiletramentos. No intuito de investigar se e como a diversidade cultural e de linguagens é compreendida nos enunciados em práticas letradas escolares, analisam-se manifestações de compreensão responsiva materializadas em enunciados escritos de uma prática de leitura com postagens da rede social Facebook. O olhar epistemológico pautou-se na concepção dialógica de linguagem do Círculo de Bakhtin e nos Estudos sobre Letramento de Street. As respostas apresentadas pelos alunos evidenciam que eles reconheceram a diversidade marcada em um discurso preconceituoso e se posicionaram em certa medida em relação a ela. Assim, ressalta-se a necessidade de aulas de Língua Portuguesa se constituírem como espaço de transculturalidade.


Palavras-chave


Leitura; multiletramentos; compreensão responsiva

Texto completo:

PDF

Referências


ANGELO, C. M. P.; MENEGASSI, R. J. Manifestações da compreensão responsiva na leitura. Linguagem & Ensino, Pelotas, v. 14, n. 1, p. 201-221, jan./jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: jul. 2015.

CIAVOLELLA, B. Multiletramentos e contexto de escola pública: linguagem e sentidos nas e sobre as redes sociais, 2015. Dissertação (mestrado em Letras) – Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2015.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da criação verbal. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p. 262-306.

BAKHTIN, M; VOLISHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BARTON, D.; LEE, C. Linguagem online: textos e práticas digitais. São Paulo: Parábola, 2015.

GRUPO DE NOVA LONDRES. A pedagogy of multiliteracies: Designing social futures’. Harvard Educational Review, Cambridge, Massachusetts, v. 66, n. 1, p. 60-92, Spring 1996. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2014.

KALANTIZIS, M.; COPE, B. Language education and multiliteracies. In: MAY, S.; HORNBERGER, N. H. (Eds.). Language Policy and Political Issues in Education. Encyclopedia of Language and Education. Netherlands: Springer Sciences Business Media LLC, 2008. v. 1, p. 195-2011. Disponível em: . Acesso em: set. 2014.

LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. Sampling the ‘new’ in new literacies studies. In: LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. A new literacies sampler. New York: Peter Lang, 2007. p. 1-24.

LEMKE, J. Letramento metamidiático: transformando significados e mídias. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, p. 455-479, jul./dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: ago. 2019.

RECUERO, R.; SOARES, P. Violência simbólica e redes sociais no Facebook: o caso da fanpage “Diva Depressão”. Galaxia, São Paulo, n. 26, p. 239-254, dez. 2013. Online. Disponível em: Acesso em: mar. 2015.

ROJO, R. Gêneros discursivos do Círculo de Bakhtin e multiletramentos. In: ROJO, R. (Org.). Escola conectada: os multiletramentos e as TICs. São Paulo: Parábola, 2013. p. 13-36.

STREET, B. What’s “new” in new literacy studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues in Comparative Education, New York, v. 5, n. 2, p. 77-91, 2003. Disponível em: Acesso em: 10 out. 2012.

______. Perspectivas interculturais sobre o letramento. Filologia e Linguística Portuguesa, São Paulo, v. 8, p. 465-488, 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2012.

______. Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. Tradução de Marcos Bagno. São Paulo: Parábola, 2014.

VOLOSHINOV, V; BAKHTIN, M. Discurso na vida e discurso na arte: sobre poética sociológica. Tradução de Carlos Alberto Faraco e Cristóvão Tezza (para fins didáticos). In: VOLOCHINOV, V. Freudism. New York: Academic Press, 1976.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X