Literatura e identidade: tecendo narrativas em rodas de leitura

Pedro Benjamin Garcia

Resumo


Este texto é fruto de uma pesquisa que investigou de que forma a literatura, através de rodas de leitura e a partir da ótica dos seus participantes, influi na formação do sujeito, sendo significativa na constituição de sua identidade. Os participantes eram alfabetizandos de um curso supletivo, no Rio de Janeiro. Nessa pesquisa, busquei responder a duas questões: na primeira delas entram os temas da formação e da identidade: qual o significado da literatura, no âmbito das rodas de leitura, na transformação da subjetividade do sujeito?; como criar o gosto e o hábito da leitura em quem, em princípio, por ela não se interessa? A fundamentação teórico-metodológica, de base etnográfica, pautou -se pela observação das relações entre sujeitos e sujeitos e entre sujeitos e “objetos”, buscando seus significados, sistemas simbólicos e de classificação, práticas, valores e atitudes. Roger Chartier, Umberto Eco, Michel Foucault e Paulo Freire foram alguns autores com quem mantive interlocução.


Palavras-chave


Literatura; formação; identidade; rodas de leitura; alfabetizandos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X