Literatura na Educação Infantil: modos de trabalho com textos e possibilidades do desenvolvimento da capacidade criativa

Larissa Elizabeth Barros Brito, Maria S. Pinto de Moura Librandi da Rocha

Resumo


Apresentam-se resultados de pesquisa desenvolvida junto a uma turma de Educação Infantil, com objetivo de investigar as formas de trabalho pedagógico com a literatura infantil, perscrutando seus possíveis efeitos no desenvolvimento da capacidade criativa das crianças. A pesquisa foi realizada através dos seguintes procedimentos metodológicos: (i) entrevistas semiestruturadas com a professora da turma e com a bibliotecária da escola; (ii) observação das leituras de histórias; e (iii) entrevista semiestruturada em grupo com as crianças. Todos os procedimentos foram videofilmados; parte das entrevistas com as crianças foi também audiogravada. As análises realizadas foram qualitativas, com especial destaque para o material empírico produzido nas entrevistas com as crianças, contrastado com as (im)possibilidades de desenvolvimento criativo a partir do trabalho com apostilas. Os resultados apontam para distintas formas de elaboração das crianças sobre e a partir de histórias narradas e permitem identificar práticas pedagógicas e o lugar da literatura infantil nas escolas.


Palavras-chave


Literatura infantil; educação infantil; capacidade criadora

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Tatyane A.; GOMES, Maria de F. C.; MONTEIRO, Sara M. Aprendizagem e desenvolvimento de crianças de seis anos na roda de história. Educação & Realidade, Porto Alegre, v.38, n.4, p. 1303-1326, out./dez. 2013.

ARENA, Dagoberto B.; LOPES, Naiane R. PNBE 2010: personagens negros como protagonistas. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 38, n. 4, p. 1147-1173, out./dez. 2013. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/38158. Acesso em: 16 ago. 2015.

CRUZ, Carlos M. da. A leitura como fruição do texto no âmbito escolar e a formação de leitores. Cadernos do CNLF, Rio de Janeiro, v. XVI, n.04, t.3. Anais do XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia. Rio de Janeiro: CiFEFiL, 2002. p. 2760-2767.

FONSECA, Maria N. G. da; GERALDI, João W. O circuito do livro e a escola. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo-SP: Ática, 2002. p. 104-114.

FREITAS, Maria T. A. A perspectiva sócio-histórica: uma visão humana da construção do conhecimento. In: FREITAS, M. T. A.; SOUZA, S. J.; KRAMER, S. Ciências Humanas e Pesquisa: leituras de Mikail Bakhtin. São Paulo: Cortez, 2007. p. 21-40.

GERALDI, João W. Prática de leitura na escola. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo-SP: Ática, 2002. p. 82-87.

MONTEIRO, Vera. Promoção do autoconceito e autoestima através de um programa de leitura a par. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 25, n.1, p. 147-155, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/prc/v25n1/a18v25n1.pdf. Acesso em: 16 ago. 2015.

OLIVEIRA, Eliane R. de Oliveira; CALDIN, Clarise F.; SILVA, Patrícia V. Biblioterapia para crianças em idade pré-escolar: estudo de caso. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 11 n.3, p. 398-415, set./dez. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v11n3/a08v11n3.pdf. Acesso em: 16 ago. 2015.

PORCACCHIA, Sonia S.; BARONE, Leda M. C. Construindo leitores: uma experiência de oficina de leitura. Estudos de Psicologia, Campinas, v.28, n.3, jul./set. 2011.

PRADO, Patrícia D. Os três porquinhos e as temporalidades da infância. Cad. Cedes, Campinas, v. 32, n. 86, p. 81-96, jan./abr. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v32n86/v32n86a06.pdf. Acesso em: 16 ago. 2015.

RODRIGUES, Marisa C.; HENRIQUE, Mariana W.; PATRÍCIO, Marina O. Leitura de histórias e evocação de estados mentais por pré-escolares. Psicologia Escolar e Educacional, Campinas, v.13, n.1, p. 37-44, jan./jun. 2009.

SILVA, Lilian L. M. Às vezes ela mandava ler dois ou três livros por ano. In: GERALDI, João Wanderley (Org.). O texto na sala de aula. São Paulo-SP: Ática, 2002. p. 82-87.

SILVA, Paulo V. B. da; SOUZA, Gizele de. Relações étnico-raciais e práticas pedagógicas em Educação Infantil. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 47, p. 35-50, jan./mar. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n47/04.pdf. Acesso em: 16 ago. 2015.

WITTER, Geraldina P.; RAMOS, Oswaldo A. Influência das cores na motivação para leitura das obras de literatura infantil. Psicologia Escolar e Educacional, Campinas, v.12, n.1, jun. 2008.

XAVIER FILHA, Constantina. Era uma vez uma princesa e um príncipe...: representações de gênero nas narrativas de crianças. Estudos Feministas, Florianópolis, p. 591-603, maio/ago. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ref/v19n2/v19n2a19.pdf. Acesso em: 16 ago. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X