A formação da criança leitora por meio dos gêneros do discurso: questões metodológicas

Edith Maria Batista Ferreira, Joelma Reis Correia

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir a necessidade do ensino do ato de ler ser desenvolvido no espaço da sala de aula com base nos gêneros do discurso, tendo como parâmetro os seus aspectos vitais. Aborda os gêneros do discurso como lócus de manifestação da linguagem, por se originar nas esferas ou campos da atividade humana. Analisa situações vivenciadas em sala de aula que afastam ou aproximam da leitura a criança dos anos iniciais. Conclui que durante a aprendizagem da leitura as crianças precisam ser ensinadas pela porta dos gêneros do discurso para que possam compreender o sentido do ato cultural para responder às suas necessidades na vida.

Palavras-chave


Linguagem escrita; gênero do discurso; ensino do ato de ler

Texto completo:

PDF

Referências


ARENA, D. B. Relações entre ler e fazer locução no ensino fundamental. In: CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL, 16., 2007, Campinas. Anais... Campinas, SP, 2007. Disponível em: http://www.alb.com.br/anais16. Acesso em: 21 maio 2010.

ARENA, D. B. O ensino da ação de ler e suas contradições. In: Ensino Em-Revista, Uberlândia, v. 17, n. 1, p. 237-247, jan./jun. 2010, p. 237-246.

ARENA, D. B. Dilemas didáticos no ensino do ato de ler. In: I CONGRESO LATINO AMERICANO DE COMPRESION LECTORA, 1., 2008. Anais v. 1... Huancayo, Peru: Universidad del Centro de Peru, 2008. p. 129-136.

ARENA, D. B. Considerações em torno do objeto a ser ensinado: língua, linguagem escrita e atos culturais de ler e de escrever. In: MORAES, Denise Rosana da Silva; GUIZZO, Antonio Rediver (Org.). Coletânea de artigos: humidades nas fronteiras: imaginários e culturas latino-americanas. Foz do Iguaçu: UNILA/UNIOESTE, 2017. p. 13-28.

BAJARD, Élie. Da escuta de textos à leitura. São Paulo: Cortez, 2014a.

BAJARD, Élie. Ler e dizer: compreensão e comunicação do texto escrito. São Paulo: Cortez, 2014b.

BAJARD, Élie. A descoberta da língua escrita. São Paulo: Cortez, 2012.

BAJARD, Élie; ARENA, Dagoberto Buim. Metodologias de ensino – por uma aprendizagem do ato de ler e do ato de escrever em um sistema tipográfico. In: DAVID, Célia Maria. Desafios contemporâneos da educação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2015. p. 251-276.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. São Paulo: Editora 34, 2016.

FOUCAMBERT, Jean. A leitura em questão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

JOLIBERT, Josette et al. Formando crianças leitoras. Trad. Bruno Charles Magne. Porto Alegre: Artmed, 1994.

JOLIBERT, Josette et al. Além dos muros da escola: a escrita como ponte entre alunos e comunidade. Porto Alegre: ArtMed, 2006.

SOBRAL, Adail. Gêneros discursivos, posição enunciativa e dilemas da transposição didática. Revista Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 46, n. 1, p. 37-45, jan./mar. 2011.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

SMOLKA, Ana Luisa Bustamante. Da alfabetização como processo discursivo: os espaços de elaboração nas relações de ensino. In: GOULART, Cecília M. A.; GONTIJO, Cláudia Maria Mendes; FERREIRA, Norma Sandra de A. (Org.). A alfabetização como processo discursivo: 30 anos de A criança na fase inicial da escrita. São Paulo: Cortez, 2017

THIOLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1988.

VOLOCHÍNOV, Valentin Nikolaevich. A construção da enunciação e outros ensaios. Trad. João Wanderley Geraldi. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34112/2317-0972a2020v38n78p79-95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X
DOI: https://doi.org/10.34112/2317-0972

Licença Creative Commons