A biblioteca escolar na rede eletrônica: movimentos discursivos

Ludmila Ferrarezi, Lucília Maria Sousa Romão

Resumo


O objetivo desse trabalho é investigar o discurso eletrônico para analisar como sujeitos constituem sentidos sobre a biblioteca escolar. Para tanto, mobilizamos os conceitos propostos por Michel Pêcheux, para compreender como o processo discursivo é inscrito na língua, e não simplesmente para extrair os sentidos do texto. A partir desse referencial, buscamos inscrever outros gestos de leitura e interpretação, escutar os sentidos já-ditos que sustentam todo dizer e que, através da ideologia, parecem ser evidentes, além daqueles que rompem com a estrutura, instalando o novo, o diferente. Por fim, interessa-nos interpretar um corpus coletado em dois blogs, cujos recortes mostram que a Internet é um espaço aberto à circulação de sentidos plurais em movimento constante, assim como os sujeitos.


Palavras-chave


Discurso, internet, biblioteca escolar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X