A literatura como recurso pedagógico para o ensino de filosofia e sociologia: relato de uma experiência

Jonathan Henriques do Amaral, Adair Adams

Resumo


Relatamos uma experiência de trabalho com textos literários para a abordagem de conceitos de Filosofia e Sociologia, em turmas de Ensino Médio. Iniciamos a discussão justificando nossa proposta, com base no argumento de que a escola deve possibilitar o contato com formas de conhecimento que não são facilmente acessadas no cotidiano, para propiciar aos alunos a ampliação de suas visões de mundo. A seguir, detalhamos a metodologia utilizada na proposta, apresentando a pertinência das obras literárias escolhidas para a compreensão dos conteúdos trabalhados em ambas as disciplinas. Por fim, apresentamos os resultados de um levantamento feito com os alunos após a realização do trabalho, com o intuito de obter subsídios para a avaliação de nossa atividade. Concluímos que o trabalho teve um impacto positivo no incentivo à leitura entre os alunos, na compreensão dos conceitos abordados e na aquisição de capital cultural.


Palavras-chave


literatura; ensino de Filosofia; ensino de Sociologia

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, P. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. (org.). Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 2003, p.41-64.

CALVINO, I. Por que ler os clássicos. Tradução de Nilson Moulin. 2.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

GUEDES, P. C.; SOUZA, J. M. Leitura e escrita são tarefas da escola e não só do professor de português. In: NEVES, I. C. et al. (org.). Ler e escrever: compromisso de todas as áreas. 9.ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2011, p.19-24.

MASSCHELEIN, J.; SIMONS, M. Em defesa da escola: uma questão pública. Tradução de Cristina Antunes. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

RETRATOS DA LEITURA NO BRASIL – 4ª edição. Brasil: Instituto Pró-Livro, 2016. Disponível em http://prolivro.org.br/home/images/2016/Pesquisa_Retratos_da_Leitura_no_Brasil_-_2015.pdf. Acesso em 29 nov. 2018.

YOUNG, M. O futuro da educação em uma sociedade do conhecimento: o argumento radical em defesa de um currículo centrado em disciplinas. Revista Brasileira de Educação, v.16, n.48, p.609-623, set./dez. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Leitura: Teoria & PráticaAssociação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 2317-0972 - ISSN da edição impressa: 0102-387X